Textual description of firstImageUrl

Diferenças entre switches de redes


O que é um switch de rede de configuração modular e o que é um switch de rede de configuração fixa ?


Eu sei que este artigo não tem nada haver com os profissionais de T.I. que aparecem por aqui no site. O objetivo deste artigo é ajudar os que não são da área evitando comprar gato por lebre, sabendo diferenciar os tipos mais comuns de switches de rede.
Diferencas-entre-switches-de-redes
Olhando de imediato, todos os switches de rede parecem basicamente iguais, e, também executam algumas funções semelhantes é claro. Porém cada um tem sua própria função característica para executar em um ambiente de rede de computadores ou dispositivos.

Então o que realmente é um switch ?
A maioria das redes empresariais hoje em dia usam switches para conectar computadores, impressoras, servidores e dispositivos dentro de um ambiente indoor ou outdoor.

Um switch serve primariamente como um controlador que permite que os dispositivos da rede possam trocar informações uns com os outros de forma eficiente.

Quais os tipos de Switch existentes ?
Vamos ver que os switches de redes de computadores são divididos em duas categorias: Modulares e Fixos.

Switches Modulares:
Como o próprio nome informa, estes equipamentos permitem que você adicione mais módulos de expansão aos switches conforme for necessário.

Isto proporciona uma maior flexibilidade para lidar com mudanças na infraestrutura da rede da empresa.

Como módulos de expansão, entendemos que podem ser aplicações específicas, firewall, wireless, interfaces adicionais, fontes de energia, etc...


Switches  fixos:
São switches com um número fixo de portas e normalmente não são expansíveis.

Vamos ver mais sobre este tipo mais abaixo, pois são os mais comuns encontrados nas lojas, e também os mais usados por serem os mais baratos.

Os switches fixos são divididos em:
Não Gerenciáveis, Inteligentes e Gerenciáveis.

Switches Não Gerenciáveis:
Os switches não gerenciáveis possuem um custo de aquisição mais barato como eu disse acima, porém são ideais para infraestruturas que não requerem uma gerência ativa na rede como é o caso de pequenas empresas com poucos dispositivos ou computadores.

Estes switches não gerenciáveis se encaixam melhor quando você precisa de algumas portas extras em sua mesa, num pequeno laboratório, numa sala de conferências, ou até mesmo em sua casa, por isso são baratos.

Alguns switches não gerenciáveis disponíveis no mercado, possuem alguns recursos como diagnóstico de cabos defeituosos, priorização de tráfego de rede e recursos de economia de energia.

Basta ligá-los a tomada de força, conectar os cabos de rede, e estes switches não gerenciáveis estão prontos para trabalhar não exigindo nenhuma configuração ou interação com o equipamento.

Roteador-switch-barato-juntos

Switches Inteligentes:
Estes switches oferecem certos níveis de gerenciamento da rede mas não são tão escaláveis quanto switches mais caros como os switches modulares e gerenciáveis.


Eu pessoalmente acho uma boa alternativa comprar estes modelos em se tratando de custos, pois são um pouco mais caros que os switches não gerenciáveis, porém já possuem algum nível de gerenciamento e diagnósticos que ajudam bastante em caso de falhas na rede.

Estes tipos de dispositivos possuem uma interface para gerenciamento em forma de uma interface web, costumando ser uma boa maneira de configurá-los e gerenciá-los.

Os swicthes inteligentes permitem também separar (segmentar) a rede em grupos de trabalho / escritórios, criando pequenas Redes chamadas de VLANs.

Switches Gerenciáveis:
Os switches gerenciáveis são projetados para oferecer um conjunto mais abrangente de recursos, níveis de segurança avançados, controle e gerenciamento avançado de rede, e oferecem também uma maior escalabilidade da sua rede, porém são bem mais caros que todos os modelos citados aqui.

Normalmente estes switches são instalados como switches de agregação ou acesso em redes muito grandes, ou como switches principais em redes relativamente menores controlando todo o tráfego de rede que passe na mesma.

É a opção recomendada para uma rede mais escalável que precise de um maior controle e segurança, mas como eu disse antes: são bem mais caros !


Conclusão:
Este artigo tem como objetivo ajudar o empresário, empresa ou pessoa física que necessita saber o básico para diferenciar estes equipamentos não comprando equipamentos muito caros para montar sua rede ou substituir um equipamento defeituoso.

Na maioria das vezes, posso dizer 99% delas, as pessoas optam pelos switches não gerenciáveis, mas seria bom olhar os switches inteligentes como uma alternativa ligeiramente mais cara porém com tecnologia superior.

Deixe seus comentários por favor !

Gostou do que você leu ? Então compartilhe agora !

OS 10 ARTIGOS MAIS LIDOS NO SITE !