Textual description of firstImageUrl

O malware Copycat detona Androids


O Malware Copycat está detonando e infectando cerca de 14 milhões de dispositivos Android, e isto parece ser só o início do ataque cibernético.


A Check Point Software identificou um malware que começou ataque cibernético desenfreado conseguindo infectar rapidamente cerca de 14 milhões de dispositivos Android pelo mundo afora.
o-malware-copycat-detona-androids
Os cibercriminosos responsáveis por este ataque já conseguiram receber cerca de 1,5 milhões de dólares com publicidade falsa em apenas dois meses de infecção.

Este software tipo malware batizado como Copycat, utiliza uma técnica inovadora para gerar e roubar receitas publicitárias.

No início, o foco do Malware Copycat era apenas o sudeste da Ásia, mas depois ele se espalhou a outras regiões como: Estados Unidos, algumas partes da Europa, e agora Brasil.

Só aqui no Brasil, foram mais de 395 mil dispositivos infectados pelos cibercriminosos, que lucraram cerca de 1,5 milhão de dólares graças aos vários anúncios publicitários fraudulentos que passavam a ser exibidos após a infecção dos dispositivos android.

copycat-Infografico-top-12-paises-infectados

Este malware se aproveita de brechas em sistemas desatualizados instalando certificados falsos; logo após a infecção ele se auto ativa após cada reinicialização do aparelho.

onde-malware-copycat-esta-concentrado

Na verdade, o Copycat foi lançado no ano passado alcançando a sua maior devastação entre Abril e Maio.

Só que em Março deste ano, a Check Point Software informou ao Google sobre como funcionava o malware.

android-protegido

A empresa (Google) informou que conseguiu acabar com o Malware Copycat, e o número atual de dispositivos infectados é muito menor ao que era no ano passado.

No entanto, smartphones e tablets infectados ainda podem estar espalhados por aí disseminando esta praga virtual.
diga-nao-ao-copycat
Coitado dos gatinhos, estão levando a culpa sem terem nada a ver com isso !
Acredita-se, segundo a Checkpoint, que o malware continua se difundindo sobretudo através de aplictivos populares e disponibilizados em lojas de terceiros, assim como através de famosos ataques de phishing, ainda não se teve ocorrências de que esta praga se encontre na Google Play Store.

Conclusão:
Precisamos ficar atentos e mais espertos com links que recebemos por email, sites que acessamos na internet, e a programas que instalamos.

Os ataques destas pragas virtuais parecem estar longe de acabar. Os cibercriminosos já notaram que é mais fácil sequestrar dados pessoais do que clonar um cartão de crédito.

É por nossa culpa que o malware Copycat ainda detona aparelhos Android.

Fonte deste artigo: CheckPoint

Gostou do artigo ? Comente, curta e compartilhe !

Este conteúdo foi recomendado especialmente para você !

Aproveite e dê uma olhada nos 5 artigos mais lidos no site !