Textual description of firstImageUrl

A próxima onda de computação do futuro


Estamos preparados para nossa próxima onda de computação do futuro ?


Empreendedores, investidores tecnológicos e formuladores de políticas gastam um tempo considerável pensando no futuro da computação.
a-proxima-onda-de-computacao-do-futuro
Nesta publicação, vou apresentar minha previsão para o que será a próxima grande onda de computação. Só que para prever o futuro, devemos primeiro entender o passado.

Os primeiros computadores eram volumosos e preenchiam quartos inteiros. Os mainframes das décadas de 1960 e 1970 tinham um modelo de computação "centralizado" onde um único mainframe serviria para um prédio de escritórios inteiro, e os terminais "burros" enviariam tarefas para o mainframe.


A revolução da área de trabalho dos anos 1980 e 1990 foi uma grande mudança nos mainframes. Pela primeira vez, as pessoas tinham computadores em suas casas; elas possuíam uma máquina física, o software e todos os seus dados...


Os data centers de empresas como Google e Facebook são os novos mainframes. Nossos laptops são apenas telas; todos os nossos trabalhos de computação vão para a nuvem, e todos os nossos dados são armazenados lá.

Nós fomos reduzidos e enviados de volta aos terminais "burros ou idiotas" !

A próxima onda de computação do futuro será uma grande mudança em relação a computação em nuvem.

Existem dois grandes problemas com a computação em nuvem:

- #1 os usuários não possuem seus próprios dados.
- #2 os servidores remotos não são tão seguros. 

Com um afastamento da computação em nuvem, sistemas descentralizados como Bitcoin fornecem controle explícito de ativos digitais para usuários finais e eliminam a necessidade de confiar em servidores e infraestruturas de terceiros.

"O arco da internet está agora em direção à descentralização".
- Navik Ravikant ( Workshop Blockstack, julho de 2017).


Como a indústria de tecnologia mudará com a computação descentralizada ?

A computação descentralizada é uma mega tendência que não está recebendo tanta atenção quanto merece, provavelmente terá um impacto econômico, social e político maior do que as revoluções da área de trabalho e da nuvem.

- Veremos a desagregação de silos de dados como o Facebook e o LinkedIn. A propriedade de dados e o poder associado para rentabilizar esses dados serão transferidos de grandes empresas para os usuários.

- Os provedores de armazenamento em nuvem ficarão reduzidos a "unidades sem nexo", usados para armazenar dados criptografados para usuários.

Seria difícil para provedores de armazenamento em nuvem diferenciar-se uns dos outros. No novo modelo, todos eles fornecem apenas um utilitário de armazenamento básico e algumas funções mais.

- Os usuários começarão a possuir servidores de nuvem (pessoais) novamente; servidores que podem estar online 24 horas por dia, 7 dias por semana, e tomar ações em nome dos usuários quando os usuários estiverem offline. A execução de um servidor de nuvem pessoal e seguro se tornará tão fácil quanto usar os serviços da nuvem atual, como o Google Docs e o Dropbox.

- Publicar código-fonte de algum software se tornará quase uma obrigação ou requisito por motivos de segurança. A execução de software de fonte fechada será percebida como um perigo de segurança.

- Tokens Criptografados para protocolos se tornarão tão onipresentes como licenças de software e acordos de termos de serviços para serviços na nuvem: para usar o software em computação descentralizada, você precisará do respectivo token.

- O engenheiro de segurança de informática, o criptógrafo aplicado e o administrador de sistemas e o engenheiro de sistemas distribuídos tornar-se-ão algumas das profissões mais procuradas na indústria de tecnologia, e, por consequência assuntos populares para estudar nas faculdades.

Eu, por um lado, estou extremamente entusiasmado com esta próxima onda de computação, e você ?

Fonte deste artigo: Medium

Gostou do artigo ? Comente, curta e compartilhe !

Este conteúdo foi recomendado especialmente para você !

Aproveite e dê uma olhada nos 5 artigos mais lidos no site !