Textual description of firstImageUrl

SSD, esqueça deles, continue trabalhando


5 Informações valiosas que você deveria levar em conta ao comprar uma unidade SSD ao invés de um HDD tradicional.


Os drives SSD que são atualmente chamados de discos SSD, já conquistaram seu espaço entre nós. Hoje os computadores e dispositivos são cada vez mais rápidos e mais eficientes porque começam a adotar de fábrica estes dispositivos de armazenamento.
drives-ssd-esqueca-deles
Contudo, sempre há pessoas preocupadas com algumas questões que eu acho que não correspondem a realidade.

Nestes últimos anos os discos SSD que na verdade não são discos, tornaram-se uma solução que tem dado vida nova a alguns computadores e notebooks mais antigos (como o meu) oferecendo um melhor desempenho frente aos novos sofwares e atualizações.

É claro que há várias vantagens em se usar um Drive SSD como maior velocidade de inicialização, tempo de acesso a leitura, e escritas muito mais rápidas, traduzindo logicamente em melhor desempenho na execução de tarefas, menor consumo de energia, menor aquecimento, maior velocidade em desligar, etc... e ainda há mais algumas, mas não lembro agora.

Bem, mas o SSD só tem vantagens ?

Não, é claro que não ! Eu vejo casos onde os discos mecânicos que são os discos rígidos tradicionais ainda serem muito mais vantajosos que um Drive SSD.

Eu tenho visto algumas empresas e usuários domésticos dando uma maior importância a este tipo de hardware (SSD) já faz algum tempo, mas ainda acho que a adoção é lenta devido ao custo do Gigabyte.

Porém o objetivo primário deste artigo é desmistificar as desvantagens que supostamente um SSD teria em relação aos discos tradicionais. Vamos a elas !

#1 – Os drives SSD são muito caros !

Eu acho que é um meio mito, é claro que se você comparar um drive SSD com um HDD tradicional vai dizer que eu estou errado, e que na verdade o preço por gigabyte não deixa dúvidas e o HDD tradicional vence com vantagens.

Pense por outro lado agora: Não dá pra colocar simplesmente o tamanho em jogo, lembre-se que o desempenho ou performance tem um peso e preço a se pagar. E, se esse peso e preço do SSD perante ao HDD for razoável, eu acho que compensa mais a compra de um SSD.

Leve em conta também que o ruído emitido por uma unidade SSD é nulo, ao invés disso, unidades HDD tradicionais são muito mais ruidosas e ainda apresentam vibração. Eu acho isso um ponto bem negativo por menor que seja o impacto, mas me incomoda muito sempre.

Faça a experiência, use um notebook com SSD no colo e depois use um com disco tradicional, depois volta aqui e comenta valeu ?

Além dos pontos anteriores, eu ainda acrescento o consumo de energia. Não só o consumo direto da unidade, mas o calor emitido pelo Notebook ou PC Desktop.

Os HDDs aquecem substancialmente mais e aumentam o consumo de energia, fato !

Abaixo, vamos começar a falar sobre a confiabilidade que tem sido debatida algumas vezes por alguns técnicos de informática.

#2 – Os SSDs são seguros o suficiente ?

É claro que sim, quem diz o contrário está criando um mito apenas, veja o caso de tablets e smartphones Apple e Android. Eu acho na verdade que estas unidades de armazenamento são das mais seguras do mundo.

Os drives SSD mais atuais e mesmo os mais simples de uso doméstico dispõem de tecnologia de segurança avançada, como encriptação de 256 bits por hardware.

Este é um padrão criptográfico bem atual criado para garantir a segurança dos seus arquivos armazenados na unidade SSD, sem que isso comprometa o desempenho ou o rendimento da unidade.

Entenda que desta forma o usuário terá uma unidade rápida, com segurança, e sem sacrificar nenhuma parte relacionada ao armazenamento de dados.

A encriptação por hardware é feita por um chip separado presente no próprio SSD, isso significa que é muito mais seguro do que a criptografia efetuada por software, pois esta última é realizada por um aplicativo existente em seu computador.

#3 – Uma unidade SSD não é confiável para uso diário !

Isso não é verdade não, isso é um grande boato. No passado, os SSDs tinham uma alta taxa de falhas e perda de informação, inclusive chegaram a ser realizados alguns testes que mostravam que ao longo dos anos as unidades SSD perdiam dados se ficassem alguns dias sem energia.

A tecnologia evoluiu muito nestes últimos anos, hoje as unidades SSDs são muito seguras e há estudos que mostram que os Drives SSD têm uma taxa de falhas muito mais baixa que um HDD comum.

Eu li em um site lá de fora estes dias que as percentagens de falhas de um SSD eram de 1% contra 6% nos HDDs.

É evidente que qualquer unidade de armazenamento pode falhar, pra isso existe backup, então faça backup regularmente !

Note bem que hoje o mundo é móvel, neste caso eu posso afirmar que unidades HDDs tradicionais são baseados em discos, cabeças de leitura e partes mecânicas que são totalmente mais sensíveis a choques e vibrações, o que certamente indica uma confiabilidade maior nos SSDs principalmente em computadores portáteis. Concorda comigo ?

hdd-cabeca-de-leitura-e-partes-mecanicas

#4 – O ciclo de vida de um SSD é muito pequeno !

Não é verdade, esse é mais um dos boatos que estão na boca dos técnicos de informática mal informados. Atualmente a maioria dos SSDs têm garantia de 3 a 5 anos para o usuário doméstico e 10 anos para unidades profissionais. Esta informação por si só já nos permite avaliar que a baixa durabilidade é um boato.

Tudo bem que um drive SSD funciona com baterias que podem concluir um número máximo de ciclos de escrita antes de se tornar inútil.

Porém atualmente isso também já não é mais um problema dadas as tecnologias que existem atualmente e que protegem a unidade contra essas falhas.

A funcionalidade TRIM por exemplo, é uma delas, os sistemas operacionais de hoje em dia já trazem suporte embutido para esta tecnologia, tanto Windows, Apple ou Linux.


Quanto tempo dura um ssd ? Só para se ter uma idéia da capacidade de leitura e escrita de um SSD, um usuário poderia escrever cerca de 50GB por dia todos os dias, e o SSD teria uma uma duração de pelo menos 5 anos, segundo minhas pesquisas em alguns sites internacionais.

Dependendo do tamanho do SSD esta capacidade triplica de acordo com o tamanho do mesmo. Eu não escrevo/gravo 50GB de dados por dia em meu HDD SDD. Você faz isso ?

unidade-ssd-vs-disco-hdd

#5 – O que escolher: mais qualidade ou mais quantidade ?

É normal ao comprar uma máquina nova, saltar aos nossos olhos um disco rígido de 1TB ao invés de um SSD de 120GB ou 240GB.

Mas isso depende muito de qual será o uso final do computador ou laptop. O segredo é comprar um computador sabendo qual o destino que dará a ele.

Se for em uma empresa com um servidor de rede ou algum outro local ou dispositivo de armazenamento de dados, acho que comprar um SSD para o sistema operacional é muito mais útil.

Se for utilizar para jogos, nem tanto, neste caso um HDD tradicional é melhor, se o objetivo é utilizar algum software que utilize sempre o cache de disco rígido, então o SSD é melhor. Tem que avaliar o custo benefício aqui.

Você também pode construir um ambiente híbrido, digo: SSD + HDD, inclusive se você quiser tem discos híbridos  a venda no mercado - mas acho que estão ficando obsoletos.


💲 Bônus I - Por que o desempenho de um SSD fica mais lento quando cheio ?

Os drives SSD (Estado Sólido) funcionam de maneira diferente dos discos rígidos tradicionais, porém fazem a mesma coisa: armazenar dados.

Quando você grava um arquivo no SSD o drive procura por blocos vazios para efetuar armazenamento a longo prazo.

Esta é a maneira mais rápida de gravar dados no drive ssd, por isso existe o suporte para o TRIM.

A medida que nós continuamos a armazenar dados no drive, a unidade começa a ficar sem blocos, e como os drives SSD só podem gravar dados em páginas de 4KB ou 8 KB dentro de um bloco de 256 KB, você acaba por ter blocos que não são completamente preenchidos...

Desta forma as unidades SSDs não podem usar o espaço restante em um bloco para gravar novos dados porque isso realmente apagaria ou sobrescreveria quaisquer dados já existentes.

💲 Bônus II - Ok, mas como manter o SSD rápido ?

A regra para manter os SSDs em alta velocidade é nunca preenchê-los completamente, isso evita problemas de desempenho, você nunca deve usar mais de 70% de sua capacidade total.

Quando você notar que está chegando perto do limite de 70% de unidade cheia, você deve considerar apagar alguns arquivos ou atualizar o SSD do seu computador com uma unidade maior - simples !

💲 Bônus III - Vale a pena desfragmentar SSDs ?

Sim, vale a pena, a queda no desempenho de um SSD é uma situação que acontece com todos nós usuários, podendo ser causada por programas instalados e arquivos acumulados no SSD especialmente se eles estiverem fragmentados.

💲 Conclusão:

Há muita informação a disposição, mas também leio e escuto muita desinformação sobre este assunto. Os boatos tem se propagado no tempo e levam as pessoas a acreditarem a não comprar um drive SSD, pois acham que é pouco eficiente, possuem um alto preço ou simplesmente por que duram pouco. Acho que você agora viu que não é verdade !


😏 Gostou do artigo ? Comente, curta e compartilhe ! O Gestor Técnico fornece acesso gratuito a todos os seus artigos, acreditamos que nós fornecemos valor ao leitor criando conteúdo especializado para profissionais, porém, se você precisa de suporte técnico personalizado para sua empresa, fala com a gente.


Este conteúdo foi recomendado especialmente para você !

Aproveite e dê uma olhada nos 5 artigos mais lidos no site !