Textual description of firstImageUrl

Cibercrime gera 600bi de dólares


Cibercrimes estão gerando prejuízo maior do que US$ 600 bilhões no mundo inteiro. Isso equivale a 0,8% do PIB mundial, revela estudo efetuado pela McAfee refletindo aumento em relação a um estudo de 2014 que avaliou prejuízos globais em cerca de US$ 445 bilhões.


A internet nunca foi um ambiente seguro, na Dark Web é pior. Hackers mal intencionados se escondem todos os dias através de VPNs e outros navegadores com o TOR que eu mesmo uso para acessar a Dark Web.
cibercrime-gera-600bi-de-dolares
Já se sabe que servidores e serviços que não são atualizados pelas equipes de TI, podem ser um alvo perfeito para cibercriminosos, tanto que os bancos continuam sendo um alvo favorito do cibercrime.

Eu tenho visto e até presenciei alguns ataques de ransomware terceirizados por cibercriminosos que utilizam este modelo como se fosse um prestador de serviço especializado em roubo e furto, tornando o ransomware como um serviço oferecido.


Se um hacker mal intencionado descobre tudo de você através das redes sociais eles podem falsificar seus e-mails, ou até solicitar alguma ação de pessoas conhecidas suas como fazer login ou clicar em um link que supostamente você tenha enviado.


Ainda por cima temos agora os problemas oriundos com as criptomoedas que facilitam e aceleram a obtenção de lucros, e ainda minimizam o risco de prisão.

Levando em conta o que tenho postado aqui no blog, ainda temos problemas com ferramentas grátis que falsificam e-mails, testam a segurança de sites e servidores, softwares que duplicam sites inteiros, e até links que manipulam pessoas a clicar e liberar acesso ao computador delas. Um caos total !

Em minhas consultorias, tenho notado que geralmente usuários não adotam práticas seguras, desta forma se arriscam muito no mundo cibernético.

Sempre aconselho a usuários (todos) a não abrir e-mails sem ter a certeza de que o remetente seja realmente conhecido, e, caso seja realmente um remetente real e conhecido, certifique-se também que aquele email realmente pertence aquela pessoa.


Conclusão:
Faça um favor a si mesmo, evite o quanto puder usar conexões de Wi-Fi públicos, também não compartilhe sua senha com ninguém. Simples e direto !

Gostou do artigo ? Então comente, curta e compartilhe !

Este conteúdo foi recomendado especialmente para você !

Aproveite e dê uma olhada nos 5 artigos mais lidos no site !