Textual description of firstImageUrl

A falta de afinidade com o computador


A falta de afinidade da população adulta com o computador, gerou uma pesquisa com 216 mil pessoas de 33 países. Esta pesquisa aponta que 14% têm apenas habilidades mínimas, e 26% são simplesmente incapazes de usar esta ferramenta.


Para entrar e continuar no mercado de trabalho, usar o computador com desenvoltura vem se tornando cada vez mais importante.
a-falta-de-afinidade-com-o-computador
Apesar disso, a ferramenta ainda é ininteligível para quase metade da população adulta. As informações são da “Pesquisa sobre habilidades de adultos”, publicada em 2016 pela OCDE (Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico).

”A capacidade de gerir informação e resolver problemas em ambientes tecnológicos (...) está se tornando tão importante quanto entender e interpretar informações escritas e lidar com conteúdo matemático", afirma a pesquisa.

O trabalho envolveu 215.940 pessoas de 25 a 65 anos de 33 países da OCDE. Ela foi realizada entre janeiro de 2008 e junho de 2016, ou seja, é possível que os números tenham mudado desde seu início.

O Brasil não faz parte da entidade, que reúne 35 países desenvolvidos como Estados Unidos e Alemanha, além de outros com menos peso geopolítico, como Cingapura, Nova Zelândia e Grécia.

A organização, que se define como comprometida com a economia de mercado e a democracia, se dedica a coletar e trocar dados para adotar políticas públicas, por vezes conjuntas.

De acordo com o trabalho, 14% dos participantes conseguiram realizar apenas tarefas simples, como responder a um e-mail com mais de uma pessoa em cópia.


E 26% não tiveram suas habilidades avaliadas porque simplesmente nunca usaram um computador, não têm capacidade de leitura para fazê-lo ou falharam em um teste básico.

Este exame avaliava se conseguiam usar um mouse, digitar, destacar uma frase ou palavra usando o cursor, e arrastar um item de um ponto a outro da tela.

Ou seja, 40% das pessoas avaliadas não conseguem realizar atividades minimamente complexas no computador.

Como funcionou a pesquisa ?

Os pesquisadores pediram aos participantes que realizassem 14 tarefas em computadores. Elas rendiam uma pontuação maior ou menor de acordo com o nível de dificuldade.

Por exemplo: uma das tarefas que rendiam menos pontos consistia em usar a função “responder a todos” para enviar uma resposta por e-mail a três pessoas. A que rendia mais pontos consistia em ler um e-mail, transferir as informações obtidas para uma tabela de Excel, organizá-la e usar funções do programa para fazer cálculos.


Com base na pontuação desses testes, cada usuário era encaixado em quatro níveis de proficiência em uso de tecnologia.

Qual o nível de proficiência dos participantes ?

ABAIXO DO NÍVEL 1:
Segundo o trabalho, 14% dos adultos estão “abaixo do nível 1”, o que quer dizer que são capazes de executar tarefas envolvendo apenas uma função em um único programa, com poucas etapas envolvidas. Adultos nessa categoria conseguem lidar com tarefas bastante simples, como responder a um e-mail com mais de uma pessoa em cópia, por exemplo.

NÍVEL 1:
Da população pesquisada, 29% está no “nível 1”. Essas pessoas podem executar tarefas que usam aplicativos bastante difundidos, como softwares de e-mail ou navegadores de internet. O problema proposto nos testes pode ser resolvido usando poucas habilidades de navegação.

NÍVEL 2:
É o nível de 26% da população adulta. Nele, as pessoas são capazes de usar mais do que um programa - o e-mail aliado a uma tabela de Excel, por exemplo - para resolver um problema. A tarefa pode envolver várias etapas.


NÍVEL 3:
Apenas 5% da população adulta atinge o nível mais alto da pesquisa. Esse patamar pressupõe o uso de mais de um software para fazer uma tarefa. Nesse nível, há resultados inesperados e impasses que dificultam a resolução dos problemas.

NÃO CONSEGUE USAR COMPUTADORES:
De todos os pesquisados, 26% não estão nem abaixo nem acima do nível 1 porque simplesmente não conseguem usar o computador.


Abraços !

Este conteúdo foi recomendado especialmente para você !

Aproveite e dê uma olhada nos 5 artigos mais lidos no site !